quarta-feira, 4 de julho de 2007

Sobre as pegadas deixadas





















O teu próximo passo não é solitário
Tu que não o percebes
Há nele algo de solidário
Pelo alguém que agora te segues

O teu próximo passo será inseguro
Nem queiras saber o quanto
Mas por não revelar o futuro
É que mantém seu encanto

E quando aceitares essa incerteza
Das paixões mais violentas
Saberás que não estás mais sozinha

Remarei contigo pela correnteza
Desse rio de águas barrentas
E verás que as pegadas em terra firme são tuas e minhas

14 comentários:

sheila benjamin disse...

com estas palavras a companhia prometida pra essa "solidão" parece luxuosa!
esta foto... deves estar sentindo saudade destas cenas coloridas de cá não?

Mariane Cruz disse...

Adoro tuas fotos Rapha. Passei pra dar uma "espiadinha". Bjão.

Gina Mardones disse...

Embora vc não acredite que passo sempre no seu blog para apreciar seus textos, continuo insistindo nisso.

Já te disse que é covardia vc colocar texto e foto no seu blog? É uma briga acirrada...rs...

Quero comentar seu texto, pq como fotógrafo já conheço teu belo trabalho.

Poesia tocante, transmite o mais puro companheirismo, a mais doce amizade. És do tipo de amigo que sabe dizer as coisas na hora certa. Ás vezes pode até doer, mas nunca és injusto.

Beijo no coração.

Michelle disse...

Lugar solitário e inseguro...
saudades de tudo e de todos...é assim que aprendemos a importância de nossas vidas, mas com pelas pegadas q deixastes... retornará ao seu belo caminho.

Parabéns pela foto...bjossss

Alessandra Leite disse...

A imagem falou por si...senti o calor fritante só de olhar...

a simplicidade da nossa terra. Os passos inseguros, tanto lá, quanto aqui e em qualquer lugar debaixo do mesmo céu. Nunca estamos sós.

Um beijo pra vocêee

lesooooo!!!!! =)

Ananda Chamma disse...

gostei mt.. a foto tbm ta mt boa!!
ei..Vascão 4x0 =)
Abraços prof.
tdb ai.

Tati Almeida disse...

Isso é fruto do teu passeio em busca de inspiração? Se foi ou não, fato é que surgiu resultado.

Gostei do que li e do que vi.

Beijo, Rapha.

Cristiano disse...

Raphafa... como poeteiro e fotógrafo vc está de Parabens... agora no Judo e no futebol vc precisa treinar mais rapah... volta logo pra terrinha que agente te ensina a jogar bola seu vascaino de merda ... :P
abraços meu brother... a familia fort te espera... se cuida

renata disse...

adorei espero que em cada passo seu tenha sempre essa inspiração!!!

beijos

0lga Freire disse...

cada dia estou mais orgulhosa de vc, meu filho, continue sempre escrevendo seus sentimentos é lindo, te amo.

Raquel Areosa disse...

Adorei Rapha...a foto me prendeu logo de cara..ver suas fotos dá até vontade de sair por aí praticando um pouco...hahahahaha...vou confessar que deixei meu lado fotográfico um pouco esquecido e de canto..mas essas suas 3 últimas fotos me deixaram com vontade de fotografar ó...parabéns pelo trabalho..tá show! Fica com Deus...bjocas

André Marques disse...

cara! alto nível esse, ó! tá no topo da minha lista agora, mulek!
1- "sobre as pegadas deixadas"
2- "a vila dos sonhos"
3- "da insensata lucidez da vida"

eu queria ter um filho assim! rs
parabens rapaz!

Fabiana disse...

Eu tenho a mais absoluta certeza que vc ainda caminha comigo até hj,tu és meu rio de águas claras e a minha terra firme que me dá a segurança que eu preciso pra continuar seguindo em frente!!
Obrigada por vc existir!!
Bjoss!!

Vitor Hugo Alves disse...

O que vc escreveu bate totalmente com a foto. Ficou demais.

Parabéns