quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Devoluta Tempestade





















É de tom plúmbeo o olhar
diante de amarga interjeição
que traz o núbil assimilar
entre loucura e perfeição

A precipitação que confesse
como há de enfrentar angústia assim
ao que o gáudio perece
armada com nuvens de silêncio sem fim

Ora, é esta chuva sobre a cidade
com gotas de tua lavra
que beija a fronte da ansiedade

E esta tempestade que não se aceita ilidida
resume-se a poucas palavras
dolorosas, porém, carinhosamente devolvidas

12 comentários:

Maria Fernanda disse...

Oi, Raphael! Cara, impressionante o dom que tens de escrever tão bem e fotografar mais ainda. Gosto de fotos que captem a aura das pessoas, o olhar, o sentimento. Menino, seu futuro é agora! Ah, tem um blog de um fotógrafo português muito bom. Acho que você iria gostar. O endereço é http://camaraclara.blogspot.com/
Um abraço bem forte :)

Gerson Toller disse...

Bela foto meu amigo e linda poesia.

Myriam disse...

Infinitos Parabéns pra ti, Rapha!!
Tudo o que escreve e fotografa é tão bonito! Gosto demais!
Um dom que conheço desde mto tempo, que é só teu e que só se fortalece.

bjo da Bila :)

D.A.Do.Fleming disse...

"entre loucura e perfeição" me lembra essa poesia do Ferreira Gullar abaixo.

"Será arte?
Será arte?"

TRADUZIR-SE

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?

Ferreira Gullar

olga disse...

te amo e mais ainda quando leio o que escreves, está lindo poesia e foto. continue, mamãe

Alessandra Leite disse...

Raphaaaaaaaaaaa!

Parabéns pela foto, pelo texto, pela sensibilidade, pelo prêmio!

VOCÊ MERECE DEMAIS!

Beijos da amiga e fã!

Alê

Anônimo disse...

Alma peregrina, que viaja entrementes, indômita, arguta e perspicaz.
Muito me orgulho de tua tão etérea vocação de retratar em imagens e palavras – sentimentos.

Tio Cesar

ia disse...

lindo demais!! Parabeennssss!!!!! tenho mto orgulho de ser sua amiga! ;*
Beijoooosss

ia disse...

Lindooo demaiiiss!! :) Adooreeii, voce sempre surpreendendo :)
Parabeennnnsss viu? Tenho mto orgulho de ser sua amiga
bjo :*

Anônimo disse...

Parabéns Rapha, nem preciso dizer que sou sua fã porque você já sabe. O seu blog é bom demaissssss.

Beijos da sua prima de mentirinha.
Renata (Tia Therezinha)

D.A.Do.Fleming disse...

"indo e vindo"
não passamos disso
e somos tão grandiloqüentes quanto a isso.

as vezes ate gosto do Lulu seixas

num indo e vindo infinito....


nada do que foi será.....

João Augusto disse...

iai cara...

gostei das tuas fotos, bem legal!
um abraço!